Equipe Filmes e Séries Listas Matheus Feitosa

As 10 melhores séries originais de 2019

2019 foi um ano de sequências de grandes séries, como Game Of Thrones, Stranger Things, Lucifer, Fleabag etc. Porém essa lista é feita para as séries originais de streamings que foram lançadas em 2019 e ganharam o destaque merecido. Afinal, é muito difícil criar novas historias e fazer com que as pessoas se interessem por novas séries.

Abaixo, elegemos as 10 melhores produções na originais de 2019:

10 – Sex Education (Netflix)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Sex Education, criada por Laurie Nunn (Pregnant Pause), é uma série de comédia dramática britânica que estrou na Netflix em janeiro de 2019, que conta a história de Otis (Asa Butterfield), um adolescente socialmente inapto que vive com sua mãe, uma terapista sexual. Apesar de não ter perdido a virgindade ainda, ele vira uma espécie de especialista em sexo. Junto com Maeve, uma colega de classe rebelde, ele resolve montar sua própria clínica de saúde sexual para ajudar outros estudantes da escola ao perceber que não é o único adolescente com problemas nessa área da vida. Mesmo com um roteiro norteado pelo clichê de um adolescente virgem reprimido, a produção consegue abordar inúmeras pautas relevantes e que ainda são consideradas tabus em nossa sociedade, como a sexualidade feminina, a masturbação, o aborto, ou mesmo a descoberta da sexualidade. Sex Education ganha uma nova temporada em 17 de janeiro na Netflix.

9 – Good Omens (Prime Video)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Niel Geiman vem se destacando com suas séries baseadas em seus famosos livros e Good Omens não seria diferente. A série é baseada no romance ‘Good Omens: The Nice and Accurate Prophecies of Agnes Nutter, Witch’ de Terry Pratchett e Neil Gaiman. O projeto, considerado “inadaptável” durante décadas, foi finalmente levado à televisão pelas mãos do próprio Gaiman, trabalhando como showrunner pela primeira vez. Muito preocupado em honrar a memória do falecido Pratchett, ele buscou ser o mais fiel possível à estrutura insana do texto, que efetua várias idas e vindas no tempo para contar a história sobre anjos e demônios. Good Omens gira em torno do anjo Aziraphale (Michael Sheen) e do demônio Crowley (David Tennant) que depois de seis mil anos vivendo na Terra, eles se tornaram amigos, apesar de receberem ordens opostas de seus superiores. Quando descobrem que o Anticristo está na Terra e que o Apocalipse acontecerá dentro de poucos dias, unem forças secretamente para impedir a catástrofe.

8 – The Umbrella Academy (Netflix)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Baseada na HQ de Gerard Way, ex-vocalista do My Chemical Romance, com o artista brasileiro Gabriel Bá (Dois Irmãos), The Umbrella Academy acompanha uma família disfuncional e afastada de heróis tendo que seu unir após a morte misteriosa de Sir Richard Haargreves, excêntrico bilionário que os adotou quando eram apenas crianças peculiares. A produção traz algo diferente das séries atuais, mesmo que pareça reunir tudo de todas. Excelentes atuações, efeitos especiais e roteiro extremamente criativo, ‘The Umbrella Academy’ tem nova temporada prevista pra chegar na plataforma em fevereiro.

7 – Boneca Russa (Netflix)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Uma das produções mais subestimadas de 2019 e segue uma ideia já explorada no filme “Feitiço do Tempo”. O enredo acompanha uma mulher (Natasha Lyonne) que morre durante a comemoração de seus 36 anos. Mas de repente ela aparece viva de novo, de volta ao banheiro da festa onde estava quando o episódio começou, entrando em um looping infinito. Ganhou o Prêmio Emmy do Primetime de Melhor Série de Comédia e já foi renovada para segunda temporada. É curtinha, com oito episódios com menos de meia hora cada um, fácil de assistir.

6 – Love, Death + Robots (Netflix)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

A série de animação é muito Black Mirror. A grande maioria dos episódios de Love, Death & Robots são baseados em contos que variam entre diversos subgêneros da ficção científica, como o cyberpunk, o steampunk, o sci-fi militar, o terror sci-fi e a weird fiction. O diferencial da série é a grande variação de estilos e referências desse verdadeiro universo que é a ficção científica. Produzida pelos diretores Tim Miller (Deadpool) e David Fincher (Clube da Luta), a série traz 18 episódios que variam entre 6 e 17 minutos feitos nos mais diversos estilos de animação, que vão do tradicional 2D ao photo-real 3D CGI, técnica digital que parece uma filmagem com atores reais.

5 – The Boys (Prime Video)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Super-heróis na vida real dariam certo? Baseado nos quadrinhos ‘The Boys’, de Garth Ennis e Darick Robertson, alguns super-heróis que são comandados por uma companhia que usa sua imagem como marketing, passam a se corromper e usar seu status para se promoverem ainda mais, o que pode colocar em risco a própria população. Enquanto isso, vigilantes sem poderes “The Boys” lutam para manter o crime sob controle e ao mesmo tempo, combatem a corrupção dos ditos super-heróis. Com o sucesso da série, a segunda temporada já tem previsão de estreia para Julho de 2020.

4 – Watchmen (HBO)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

No âmbito de uma história paralela, os super-heróis são tratados como criminosos. Ambientada após os eventos da clássica Graphic Novel de Alan Moore e Dave Gibbons, a série se passa em uma realidade distópica e acompanha Angela Abar (Regina King), uma detetive policial que investiga o assassinato de um colega. Neste universo, a força de polícia foi reconstruída, leis foram modificadas, que requeriu aos policiais em não divulgar sua profissão, e para proteger sua identidades enquanto estão no trabalho usando máscaras, que inclui ser permitido oficiais de polícia fantasiados. Os oficiais precisam descobrir a origem e o objetivo de um grupo supremacista chamado A Sétima Kavalaria, cujos membros usam máscaras semelhantes à do Rorschach.

3 – Olhos que Condenam (Netflix)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Olhos que condenam retrata sobre um dos casos mais emblemáticos da história norte-americana que envolve a condenação e a prisão de cinco jovens negros do bairro do Harlem sob a falsa acusação de estupro de uma mulher no Central Park em 1989. A narrativa começa exatamente na noite de 19 de abril de 1989, quando quatro dos cinco jovens protagonistas participavam de uma “arruaça” no Central Park com outros adolescentes. O fato aconteceu na mesma noite em que Patricia Meili (Alexandra Templer) foi estuprada no mesmo local. Assim que o corpo da mulher foi encontrado desacordado na mata a polícia iniciou uma busca nas redondezas do Central Park, lá encontraram o grupo de jovens e os quatro foram apreendidos. Então é na delegacia que a história ganha corpo e onde os meninos acabam sendo acusados injustamente.

2 – Chernobyl (HBO)

As melhores séries originais de 2019
(foto: Reprodução)

Chernobyl mostra a explosão de um dos reatores da usina nuclear de mesmo nome, o maior desastre da história da produção de energia nuclear, na Ucrânia, em 1986.  Dividida em cinco episódios, a minissérie estreou sendo muito bem recebida pela crítica e pelo público. Chernobyl recebeu dezenove indicações, vencendo nas categorias de “Melhor Minissérie”, “Melhor Direção” e “Melhor Roteiro”, com os atores, Harris, Skarsgård e Watson, recebendo nomeações por suas atuações.

1. The Witcher (Netflix)

as melhores series originais de 2019
(foto: Reprodução)

Geralt de Rívia (Cavill), um solitário caçador de monstros, luta para encontrar seu lugar em um mundo onde as pessoas muitas vezes se mostram mais perversas que os monstros. The Witcher foi lançado no final do ano e veio para surpreender todo mundo. Baseado na série de livros de Andrzej Sapkowski, já é uma obra grandiosa, com universo enorme a ser explorado e uma trama repleta de magia, batalhas épicas e uma ótima interpretação de Henry Cavill, a produção é um grande sucesso. Com um pouco mais de uma semana de exibição, The Witcher superou até Stranger Things. A série foi renovada para segunda temporada, antes mesmo de ser lançada na plataforma.

Por Matheus Feitosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: