Filmes e Séries Karen Meira Listas

7 motivos para assistir Atypical

A tão aguardada terceira temporada de Atypical que estreou no último dia 1, na Netflix se aprofunda nos dramas e desafios vividos pelo personagem Sam Gardner, um adolescente autista que agora precisa encarar os desafios de frequentar a faculdade, um lugar que parece não estar preparado para ele.

Lançada em 2017, a produção chegou a ser criticada no início pela ausência de atores com essa condição, mas, aos poucos, com bom roteiro e doses de comédia, conseguiu cativar a crítica e a audiência, que agora já se pergunta sobre a possibilidade e consequências de uma possível quarta temporada. Mesmo tão boa, Atypical às vezes passa despercebida pelos espectadores durante a busca de uma boa série no catálogo. Por isso, aqui vai oito motivos que fazem de Atypical uma das melhores séries de década.

1 – Autismo sem tabu

7 motivos para assistir Atypical

Atypical é uma verdadeira aula de autismo para iniciantes. As lições são dadas pelo próprio protagonista enquanto narra seu dia a dia usando metáforas sobre pinguins (animal que mais ama) ou por sua mãe, Elsa, no grupo de apoio para pais que frequenta. Sam é um adolescente inteiro, complexo, que vive ansiedades e dúvidas inerentes à iniciação da sua vida amorosa e sexual. O autismo é apenas uma das camadas do personagem, que apresenta personalidade que vai além do transtorno

2 – Medida certa na comédia

7 motivos para assistir Atypical

Mesmo que trate de um tema sério, a série sabe dosar o humor sem perder o drama de fundo. A honestidade de Sam e sua dificuldade em lidar com as pessoas em sua volta resultam em cenas divertidas, sem falar em seu amigo Zahid que mesmo sendo ‘sem noção’ as vezes, é o personagem mais engraçado e melhor amigo de Sam, que por incrível que pareça ouve mais o rapaz do que a própria mãe. O drama e o humor entram em sintonia e não deixa a desejar de nenhum lado. Em um momento a gente ri e no outro fica com os olhos cheio de lágrimas.

3 – Uma lição sobre empatia

7 motivos para assistir Atypical

Quem nunca lidou com pessoas dentro do espectro, às vezes tem uma imagem muito mais frágil ou romantizada de como é o autismo e outras síndromes relacionadas. A série não se propõe a ser uma enciclopédia médica sobre o assunto, mas coloca os temas de forma leve e fácil. A partir daí, a gente entende a importância de certos tratamentos e profissionais. Nem todo caso de autismo vai ser como na série, mas esse pode ser um ponto para que depois você possa se aprofundar no assunto.

4 – Apresenta a perspectiva de todos os personagens principais

7 motivos para assistir Atypical

Mesmo que Sam seja o protagonista, a série soube dar o mesmo destaque para a família do personagem, cada um deles tem uma maneira diferente de lidar com o autismo do menino, mas paralelo a isso, há os dramas particulares de suas vidas como: Relacionamento, descoberta de identidade, intrigas, etc. Afinal, todos temos problemas né?

5 – Fácil de assistir

7 motivos para assistir Atypical

As três temporadas possuem no máximo 10 episódios e todos com cerca de 30 minutos, fora que nenhum deles termina sem sentido, só deixa um gostinho de quero mais na gente. Fora que, os personagens da série são os principais motivos de Atypical ser o que é, desde Sam, até sua irmã Casey e sua namorada, Julia. É impossível não assistir a série sem criar um favoritismo por algum deles.

6 – Elenco incrível

7 motivos para assistir Atypical

As atuações na série são incríveis, Keir Gilchrist que rouba o show como o protagonista Sam, e Brigette Lundy-Paine que interpreta sua irmã é outra revelação. Destaque para a consagrada atriz Jennifer Jason Leigh (Os Oito Odiados, Aniquilação, Glória Feita de Sangue), que interpreta Elsa, a mãe de Sam e Casey.

7 – Trilha sonora perfeita

A trilha sonora de Atypical conta com diversas canções de artistas incríveis, desde Yeah Yeah Yeahs, passando pelo rock alternativo do Alt-J até o rap de LL Cool J. Além das músicas autorais presentes na série, a trilha-sonora original não decepciona, sendo de autoria do premiado compositor Dan Romer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: